domingo, 3 de julho de 2011

#05

Erramos...
E como erramos

Do que é feita a vida se não de nossos passos

Corretos ou não
Somos quem somos

Como folhas a voar em todas as direções, esquecendo que podemos parar

Quando quisermos

Oque nos torna tão forte pode nos derrubar em qualquer esquina.
O mesmo vento que sopra para o norte também sopra em direção ao sul.

Nossas pernas não se importam com a direção a ser tomada desde que esse a
satisfaça.

Maldito egoísmo que não permite a real felicidade.
Afinal do que temos a reclamar,
Se não do desejo de sermos nós mesmos.

Erramos...e como erramos

Por não saber abrir mão das coisas na sua devida hora
Por que prendemos dentro de nós, coisas que deveriam morrer
Para que possamos ter vida

Pois não somos fortes suficientes para encarar o fato
De que tudo ao nosso redor não nos pertence

No fim...

Só precisamos suspirar
Mesmo que fracamente para saber

Voltar a si...

Errar...
E quem não erra.

Experimente

Loading...