segunda-feira, 30 de julho de 2012

#38

Seria perfeito...

Se eu pudesse passar
O resto dos meus dias
Ao seu lado

Sem me lembrar do tempo
Ou do mundo a nossa volta
Perssistente a nos tentar

Lhe ver dormir 
Ouvir dizer sobre seu amor
E quem sabe
Acordar com a luz nos seus olhos

Olhos quase abertos...

Sentir o perfume dos seus cabelos
Perfeito aroma que me leva as alturas
E me fazem cair levemente

Cair em braços de felicidade
Ou  num lugar qualquer
Que se bem traduzido
Acaba por se tornar nosso

Apenas meu e seu.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

#37

Algumas dores não passam com o passar dos anos
E algumas vezes se faz necessário ler nos olhos
Aquilo que os lábios já não podem mais

Ler sentimentos guardados ou expostos
Ler sorrisos ou lágrimas

...o céu ou inferno...

Nada é perfeito, se não
A louca vontade de ser.

Forças nos levam tão longe
Seja pela dor ou pelo amor

Nada é perfeito...
Nem a vontade de ser

Que nos limmita a ser quem somos
Ou simplesmente inibe
Aquilo que realmente somos

Palavras e mais palavras
Que escondemos atrás de nossos ouvidos
Apenas para não ouvir

Assim como tais sentimentos
Que vagam por baixo de nossos narizes
Mas que somos incapazes de tomá-los para si

Apenas pela covardia do hoje ou amanhã
Ou do egoísta "eu maior"
Que implora uma chance de felicidade

Que guardada está...

E que perde sua essência
Bem assim como nós
Que só sabemos pedir perdão.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

#36

Correr

Para encontrar paz
Distante de tudo
Mais ainda, longe de todos

Encontrar o único eu interior
Longe da fumaça
A qual já cansei de respirar

Onde cansei de procurar...

Atrás de janelas e portas
As quais nada escondem
Muito menos a paz que procuro

Talvez algo que já temos
Ou no mínimo o que já vimos
Mas não o que queremos

Ajuda

À um cego que procura
Entre estrelas e constelações
A única coisa que ele deseja

Enxergar...

Seja a verdade ou a mentira
O fracasso ou a glória
O eu ou o eu

Ou quem sabe...

Você.

Experimente

Loading...