quinta-feira, 20 de outubro de 2016

#92

Agora encontre-se

Vá para longe daquilo que se chama mentira e traga consigo aquilo em que crê
Podemos acreditar em cada palavra
Mas aqueles olhares jamais mentiriam

Se a palavra arrependimento não fosse tão clichê, eu poderia utilizá-la bem aqui, para nós

Talvez esteja além disso onde a vontade de não estar mais aqui
Aparece com total clareza

Posso jurar que não sei onde gostaria de estar, pois parece que existe um misto de tudo

Existe um sentimento que te desmonta a cada passo ao mesmo que parece que nada saiu do lugar

A experiência nos torna mais leigos Suficiente para querer mais do que podemos...

Como sou burro...
Me "pego" em mais um dia do meu velho ódio

Nunca alguém estará verdadeiramente seguro
Ninguém poderá proteger alguém de tudo...
Não existem heróis

Talvez faróis que nao se apagam
E que nos ajudam a enxergar alguns de nossos poucos passos

Que ajudam a perceber que estamos vivos, porém não tão vivos

Não tão bem como desejávamos...

terça-feira, 4 de outubro de 2016

#91

Estamos aqui e deixamos que
Ondas baterem de qualquer jeito
E do jeito que podemos aguentá-las
Aguentamos...

Não parece tão fácil quando olhamos de dentro
E não é fácil se ficamos com olhos fechados
Simplesmente fingindo

As palavras vão fundo
O coração se segura
A dor é terrível

Mas é só a vida se apresentando da forma mais nítida
"Quão seguro é se sentir seguro ?", interroga o poeta
Que me faz pensar a cada palavra cantada

Não é normal viver
Não é normal ser daqui e muito menos respirar esse ar
Até onde iremos para nos sentir vivos?
Isso é o que eu vos interrogo

Não faço ideia de respostas
Apenas digam onde dá essa estrada
Pois....não importa

Em verdade, quem se importa?





Experimente

Loading...