segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

#22

Bom dia

Para o dia mais belo
E mais belo por estar ao seu lado
Abrindo os meus olhos

Mais belo, pois posso sentir
O perfume da felicidade que se encontra bem aqui
Ao meu lado

Mais belo, pois vejo
Que esses olhos me trazem um bem
Que posso chamar de inigualável

É como ir e vir aos céus
Algo além da imaginação
Algo que me faz tão vivo

Dormir e acordar ao seu lado
É apenas um sonho que termina
Quando acordo

Mas um dia...

Quando esse amor de fato
Vier a se encontrar
Sem máculas, sem mágoas
Sem qualquer tempestade ao redor

Talvez...

Assim e só assim
Quando pudermos sentir paz e
Pudermos descansar de tudo isso
Um no peito do outro
Sem medo do amanhã

Eu possa sentir
Aquelas mesmas folhas
Pararem de cair...

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

#21

As folhas continuam a cair...

As palavras começaram a perder sentido
Elas deixaram de alcançar os céus
Eu, volto a sonhar

Queda livre...

As nuvens não são o limite
Mas a profundidade daquele lugar
Fica cada vez mais próximo

Mais uma vez...

O chão volta a rachar
E começa a sair debaixo de nossos pés
A gravidade torna a atacar
Sem pedir licença

Os olhos não conseguem mais dizer
E podem se tornar simples rochas
Sem vida, estáticos, mortos...

Mas o que há por trás disso
Se não aquele vento que faz tremer janelas
e portas que não param um só minuto

E...

Quantas vezes eu posso levantar
Em qualquer lugar
E estar de pé simplesmente por estar

O ar nunca pesou tanto
Não desse jeito
Não desta maneira

Onde acordarei amanhã...


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

#20


Aurora

Eu vejo cores no céu
Cores nas quais não consigo explicar
Cores que formam seu rosto
E que me fazem bem

Mas que cores são essas
Que roubam a minha atenção?
Que me dão uma nova expressão
E que desvendam meus segredos

Vontades sem fim
Que não consigo explicar
Mas que levam a tantos lugares
Que tem o mesmo nome que o seu


Onde eu me perco
Onde eu me encontro
E por fim...me recomponho a cada noite

Por que não existem mãos melhores
Ou lugares e destinos que me façam tão
Distante do mundo...

Que me façam tão bem
Sem precisar desse ego
Ou de qualquer coisa...

Mas esses olhos...
Esse sorriso...
Essas mãos...

Destes sim eu faço toda questão
Pois já não fazem só parte de ti
Mas também de mim...

#19

Tem sido assim

Meio sem forças
Com sorrisos inexplicáveis
Sem travas que os segurem

A respiração aperta
A boca se enche de vontade
E as mãos não conseguem estar longe

O perfume não sai da memória
Suas manias ficam guardadas
Eu mantenho o silêncio

E sorrio...

Pois não há palavras que expliquem
Não há gestos se não olhares
E esses sim dizem exatamente...
Tudo aquilo do qual me coração está cheio

Quem precisa de lábios
Quando os meus olhos te dizem tudo
E me entregam a cada minuto...

#18


Quantas chances ainda temos para acertar
Querendo simplesmente ser correto e eficaz
Sem exceder nossos limites de erros

Quantos dedos ainda nos restam
Para que possamos contar sem medo
As vezes em que estivemos corretos

Mas quantas vezes...
Sem excedê-las, ou saturar seus ouvidos
Eu posso dizer que sinto o que sinto

E será que preciso explicar?

Pois cada palavra os meus olhos já dizem
E mesmo que eles tentem se calar
Ou até mesmo fazer o contrário...

...eles encontram o fim...

E se fechados estivessem
Não faria sentido algum
Pois estes só falam quando lhe vêem

E quando isso acontece

Eles lhe dizem o que não consigo
E o que tenho aprendido aos poucos
Eu deixo o coração ensinar a esses olhos
Através de você...

É...

Não...

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

#17


Do que mais você precisa

Amor...carinho?
Onde você costuma se perder?
Onde você costuma se encontrar?

Letras que fogem com seus suspiros
As palavras, criadas como desabrochar das rosas
De forma simples e sutil...

Os balões querem encontrar as nuvens
Os corações permanecem sedentos pela mesma palavra
O amor tenta alcançar a todos e até movem montanhas

Mas quem não quer se perder por aí
Entre nuvens e balões ao seu redor

Ou talvez...

Voar como pássaros...
Como "astronautas"...

São só corações perdidos querendo ser encontrados!

Talvez por você
Talvez por alguém
E por que não por mim?

Experimente

Loading...