quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

#18


Quantas chances ainda temos para acertar
Querendo simplesmente ser correto e eficaz
Sem exceder nossos limites de erros

Quantos dedos ainda nos restam
Para que possamos contar sem medo
As vezes em que estivemos corretos

Mas quantas vezes...
Sem excedê-las, ou saturar seus ouvidos
Eu posso dizer que sinto o que sinto

E será que preciso explicar?

Pois cada palavra os meus olhos já dizem
E mesmo que eles tentem se calar
Ou até mesmo fazer o contrário...

...eles encontram o fim...

E se fechados estivessem
Não faria sentido algum
Pois estes só falam quando lhe vêem

E quando isso acontece

Eles lhe dizem o que não consigo
E o que tenho aprendido aos poucos
Eu deixo o coração ensinar a esses olhos
Através de você...

É...

Não...

2 comentários:

  1. Seus olhos me dizem muito sim, muito mais do seus lábios e eu adoro ouví-los...não me canso nunca...

    ResponderExcluir
  2. Enquato houver o amanhã sempre existirá a possibilidade de um recomeço..
    Através do amor tudo é possivel construir e reconstruir.
    E se fechar os olhos ainda é possivel que a vida tenha sentido..pois os sonhos sempre serão renovados..
    A cada manhã Deus renova nossas forças e no dá novos sonhos..

    ResponderExcluir

Experimente

Loading...