quinta-feira, 20 de setembro de 2012

#42

 Difícil...

Mas tente equilibrar os pensamentos
E manter estável sua fé
Voe se por ventura conseguir

Esqueça por um segundo
O chão debaixo dos seus pés
Torne o seu mundo inabitável

Fique longe das cinzas
Finalmente respire vida
Longe daquilo que você criou

E mantenha-se subindo...

Encontre-se no azul ou no verde
Ou quem sabe, desta vez
Permaneça flexível

Há tanto dentro de nós
Que mal sabemos como começar
E as vezes como continuar

Respirar não é uma opção
Talvez sorrir sim, mas chorar
Algumas horas torna-se inevitável

E aquele espelho
Se quebra...

E então, começamos novamente.

2 comentários:

  1. Nossa! Rs
    To procurando alguma palavra que exprima o que senti, mas tah difícil rs...
    É lindo, profundo e muito, muito bom.
    Parabéns poeta! O sr está cada vez melhor.

    ResponderExcluir

Experimente

Loading...