quarta-feira, 14 de setembro de 2016

#90

Uma só voz

Essa ecoa em meus pensamentos
A mente sente o pesar desse eco
Que insiste  em permanecer

Oque está  a nossa frente não  parece uma caixa vazia,  mas se por acaso for,  encha-a de coisas boas

Encha de você e daquilo que constrói
De verdades,  bênçãos e de ar para nossos  pulmões

Eu sei,
Existe algo mais bem guardado
Mas não  se importe caso eu queria ver

São os mesmos sorrisos moldados,
Mal dados por não saber oque fazer,
Forçados para que o outro sorria

Se ali não  estiver mais marcado
Ou se aquelas buzinas nunca tiverem sido buzinas

Ao menos nos fizeram sorrir
E com certeza me deram mais tempo de vida

As vezes a poeira é batida de nossas vestes
E nos  lembramos mais uma vez

Que não eram as asas que faziam voar
Nunca foram o saltos que me separavam do chão,
Mas aquele abraço que reconstruia o meu mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Experimente

Loading...