segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

#53


Ele disse bom dia!

Para a moça
Que mal sabia respirar
E que o esperava passar todos os dias

Para aquela pessoa
Que o olhava torto
Pensando que ele era um qualquer

Para aquele ser
Que o desprezava
Apenas por pensar que ele era um idiota

Ele disse bom dia
Simplesmente por dar bom dia

Mas também porque
Há um dia atrás
Ele queria ver sorrisos

E percebeu que tudo
Tinha um tom acinzentado
Sem aquilo que realmente nos faz diferentes

E com tudo aquilo que nos torna iguais

Não é egoísmo pensarmos em nós mesmos,
Porém, é tão doloroso
Quando sabemos que a nossa volta

Não há mais ninguém

De que não existe vida ou
Ar que possa ser renovado
Por um simples sorriso

Do qual eu mesmo
Não consigo viver
E por minha vez, não deixo de lembrar que

Um sorriso nos traz de volta a vida
Todos os dias

Um comentário:

  1. Sr poeta, cada vez que visito seu blog tenho uma surpresa e reação diferente. Fico imaginando como o sr é capaz de descrever sentimentos e emoções de forma tão bela e ao mesmo tempo simples. Parabens. Escreva sempre, preciso disso.

    ResponderExcluir

Experimente

Loading...